PLEs

Bibliografia Anotada 2

M. van Harmelen (2008): Design trajectories: four experiments in PLE implementation, Interactive Learning Environments, 16:1, 35-46. Disponível em http://dx.doi.org/10.1080/10494820701772686. Acedido em 7 de dezembro de 2012.

Harmelen começa por reconhecer que o desenvolvimento de um Personal Learning Environment (PLE) confere aos aprendentes, considerados como autónomos e independentes, poder sobre a sua própria aprendizagem (caracterizada como “self-directed”), postulando que os PLEs fazem parte de um “learning ecosystem”.

Harmelen descreve neste artigo quatro experiências de implementação de PLEs (na Universidade de Manchester), com diferentes arquiteturas e funcionalidades interativas:

  • The Manchester PLE/VLE Framework
  • A lightweight browser-based PLE
  • Two Social software approaches: Strawberry; mPLE.

e destaca os aspetos positivos e negativos encontrados ao longo da implementação, sem deixar de manifestar a sua preferência por interfaces baseadas em browsers para PLEs sustentados em serviços de networking social, opção que suporta as aprendizagens socio construtivistas e construtivistas.

Nas conclusões Harmelen afirma: “While reflection is widely discussed as a desirable skill for learning, it remains hard to teach (…).” E pergunta: “Can we build PLEs that truly enable the growth of reflective skills and other metacognitive skills, and thus enable the growth of self-directed learners? Until this ability is realized PLEs will not achieve their full potential as an enabling technology.”

Anúncios

Sobre isabelribeiro54

Doutoranda em Educação na Universidade Aberta
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

5 respostas a PLEs

  1. Ora viva, Isabel Ribeiro

    O desafio do aluno é reconhecer padrões num ambiente dinâmico, onde se promove o conetivismo em detrimento do construtivismo (George Siemens). Aprender a aprender é uma dificuldade ou mesmo uma mudança comportamental ?

    Até já
    Gaspar Amaral
    (13DEZ12 02H49)

  2. isabellefr10 diz:

    olá Isabel,
    não consigo aceder ao doc, podes partilhar?
    Mas daquilo que escreveste, aparecem as linhas directrizes, porque escolheste este documento de Harmelen?
    Obrigada
    Isabelle

    • Olá Isabelle.
      O documento está acessível através daquele endereço, mas apenas se se aceder à pesquisa via VPN, através da UAb. De outra forma o acesso total ao texto não é permitido. Tenta por favor via VPN, entrando pela página da UAb e segindo as instruções.
      A escolha do texto prende-se sobretudo pela perspetiva evolutiva que é apresentada e, principalmente, pelas conclusões que cito. A aprendizagem está ligada também à reflexão e um PLE deve ser facilitador e propiciador de reflexão. Pareceram-me frases a reter e a ter sempre presentes.
      Continuação de bom trabalho
      Um abraço,
      Isabel

      • isabellefr10 diz:

        ok isabel mas eu não tenho acesso vpn da aberta. Bom vou tentar por outras vias. Acho que sim tens toda a razão, facilitador e propiciador. 🙂
        Obrigada
        Isabelle

  3. Sim Isabelle, todos nós temos acesso enquanto estudantes do doutoramento. Tens de entrar pela página da Universidade Aberta, ir aos Serviços de Informática e aí estão as instruções. Entras com as credenciais de acesso ao portal académico. Se precisares de mais ajuda diz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s